As maiores mudanças feitas no enredo dos livros O Senhor dos Anéis, em sua adaptação cinematográfica

         Boa noite queridos leitores, tudo bem?
        Hoje venho postar uma interessantíssima matéria escrita pelo Mateus, um dos editores do blog que está meio afastado por causa da faculdade, mas continua ajudando aqui e ali para a alegria de vocês!
        Mesmo que você não curta muito o Senhor dos Anéis, vale muito a pena dar uma lida, o mundo de Tolkien é mágico e profundo, com várias histórias muito bacanas e uma mitologia sensacional.
        Peguem o guaraná e a pipoca e boa diversão e não esqueçam de deixar sua opinião!


Um dos filmes mais amados – e premiados – de todos os tempos, a trilogia O Senhor Dos Anéis juntou uma legião de fãs por todo o mundo. Entretanto, a obra em que foi baseado, os livros do mestre Tolkien, já tinha sua própria legião de fãs. Na sua época, os livros do Senhor dos Anéis tiveram uma influência comparável aos nossos best-sellers infanto juvenis de hoje – Harry Potter, As Crônicas de Gelo e de Fogo, Crepúsculo e afins – com o diferencial que até hoje têm um grande grupo de amantes, de várias gerações diferentes.
        No entanto, quando se adapta um livro para filme, mudanças têm de ser feitas. Mesmo sendo considerado por muitos uma das melhores adaptações cinematográficas já realizadas, o tipo de livro feito por Tolkien (sem muita ambição comercial, e sim a autossatisfação como objetivo) não vem num formato fácil para ser adaptado para cinema. O que vamos mostrar aqui é: quais foram as maiores mudanças feitas  no enredo dos livros O Senhor dos Anéis, em sua adaptação cinematográfica? 

A Sociedade Do Anel

          Talvez o primeiro filme seja o mais fiel ao livro, por um simples fato de ter uma sequência bem linear e mais fácil de captar a atenção do leitor. Entretanto, também é o livro com mais elementos de fábulas, e, por isso, muita coisa foi mudada ou ficou de fora.

1 – Fatty Bolger
Um elemento básico da história, mas de menor importância, Fredegar (Fatty) Bolger é o quarto amigo hobbit de Frodo, que acompanha a companhia em alguns momentos no início do livro. No filme, é visto de relance cumprimentando Bilbo em seu aniversário.
 

2 – Intervalo de tempo
          No livro, após o aniversário de Bilbo (e sua partida), passaram-se VINTE ANOS até que Gandalf volte para visitar Frodo e avisá-lo sobre o Anel. No filme, é quase uma sequência direta de cenas!
 

3 – Bolsão, os Sacola-Bolseiros, Sam e Pippin
          Uma sequência bem diferenciada no filme, após a visita de Gandalf, Frodo leva bastante tempo para partir. Ele vende Bolsão (a casa onde morava com Bilbo) para os desagradáveis parentes, os Sacola-Bolseiros, e compra uma casa em Cricôncavo, uma vila perto de onde Merry Brandebuque mora. Ele parte com Sam (já designado por Gandalf para acompanhá-lo) e Pippin (ao invés de se esbarrar com ele por acidente na plantação), para encontrar Merry e Fatty na casa nova. Na estrada ele se esbarra com os Cavaleiros Negros pela primeira vez.

4 – Gildor e os elfos errantes
          Na versão estendida, Frodo e Sam vêem os elfos marcharem pelo Condado, à noite, indo para os Portos Cinzentos. No livro, Frodo, Sam e Pippin encontram com Gildor, um elfo, e sua companhia. Eles viajam por uma noite juntos, e jantam numa clareira. Gildor declara Frodo amigo dos elfos e o dá conselhos.
 

5 – Magote
          No filme, o Velho Magote é um fazendeiro hobbit que persegue Frodo e Sam no momento que se encontram com Pippin e Merry. No livro, tem a mesma reputação terrível, mas recebe Pippin, Frodo e Sam em sua casa e os conta que um Cavaleiro Negro o questionou. Talvez seja representado no filme uma segunda vez, quando mostra-se um hobbit amedrontado pelo Nazgul.

-Gostaram? Não gostaram? Sugestões? Deixe seu comentário!
-Link para a parte II.
-Link para a parte III.
Comentários
4 Comentários

4 comentários :

  1. Faltou a observação d terem colocado a arwen em partes q nao era ela ou que nem tinha no livro..como na perseguição dos cavaleiros negros qdo estao indo levar o frodo p valfenda devidi ao ferimento d lamina nazgul...

    ResponderExcluir
  2. TOM BOMBADIL!!! QUE INCLUSIVE É O PRÓPRIO DEUS DA MITOLIGIA TOLKIEN DISFARÇADO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso NUNCA foi afirmado... sabe-se que ele era muito poderoso, mas nunca falaram que ele era um deus. Os Valar, deuse da mitologia Tolkien, viviam muito longe, do outro lado do mar (para onde vão Frodo e Bilbo no fim do livro 2). Leia O Silmarillion -.-

      Excluir